WEBMAIL | ÁREA RESTRITA
CSS based drop-down menu
 
 
Professor de Educação Física recebe homenagem póstuma
 


>>14/12/2018

 

Através de uma parceria entre Câmara e Cref (Conselho Regional de Educação Física), aconteceu na noite desta quinta-feira (13), uma homenagem póstuma ao professor de educação física, Ubiratan Brito de Melo, falecido em janeiro deste ano.
Por propositura do vereador Gilmar Garcia Tosta - e aprovação dos demais vereadores - foi realizada uma Sessão Solene, que contou com a presença dos familiares (viúva e filhos), amigos, atletas e conselheiros (regionais e federal) de Educação Física.
Também prestigiaram o evento o secretário de desenvolvimento e Tursimo, José Moraes, o subtenente Delgado (representando o comandante do Corpo de Bombeiros), o conselheiro federal e presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, Ruth Roberta de Souza, campeã olímpica mundial (representando a secretária municipal de esporte, Marisa Rocha), o presidente do Cref -11, Domingos Sávio da Costa e o conselheiro do Cref-6 /MG, Teófilo Jacir de Faria.
Carlos Roberto de Andrade, ex-aluno do professor Ubiratan, na cidade Corumbá, deu inicio as falas. De forma breve, citou que o professor foi um profissional incomparável, pelas ações, ao longo da carreira. Era amigo dos alunos, tendo uma postura de pai. E, ainda destacou a importante contribuição de Bira, para a valorização da profissão, também na região oeste do estado.
A ex-atleta de basquete e campeã mundial, Ruth, fez um relato emocionado sobre o professor Bira, a quem definiu como um pai, aquele que insistiu com ela para treinar e ir para o estado de São Paulo, buscar importantes oportunidades.
“Eu sou o que sou e tenho o que tenho graças a ele, que nunca desistiu de mim. Ele transformou não só a minha vida, mas de muita gente. Nunca cobrando nada pelo que fez ou fazendo alarde”, frisou Ruth.
Conselheiros do Cref -11 também fizeram questão de falar sobre o colega e amigo de muitos anos e muitas lutas.
“O sentimento é de agradecimento a esta pessoa que soube nos entender e para nós era um exemplo de profissional e de pai”, disse Vanderlei Porto Pinto.
Vagner Alves Pereira, segundo vice-presidente do Cref- 11, falando em nome dos conselheiros ressaltou a luta incansável do professor Bira, em defesa do profissional de Educação Física, citou os 20 anos de regulamentação da profissão de Educação Física, a atuação e legado de Bira, como presidente do Cref, bem como as inúmeras conquistas. “Foi um articulador ativo, deixando um legado de abnegação e paixão”.
Teófilo Jacir de Faria, conselheiro federal por Minas Gerais, parabenizou o vereador pela iniciativa e fez questão e dizer que Bira foi parceiro de toda hora e tiveram muitas vivências juntos. Ele ainda lembrou que ambos foram pioneiros, no esporte para pessoas com deficiência.
José Eduardo Amâncio da Mota, também conselheiro, disse que poderia a falar a noite toda do amigo de infância, Bira. Ele leu um texto no qual citou a morte, falando em alguns momentos de um breve reencontro. E, ainda definiu o amigo como excelente: professor, esposo, pai e, por último, como presidente do Cref -11. Ele ainda citou muitos outros profissionais do município, também já falecidos, cada um com uma grande importância, tendo contribuído para o desenvolvimento da Educação Física e do esporte.
O presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, parabenizou o vereador Gilmar, pela homenagem ”super merecida”. “Trata-se da celebração da vida, de um grande homem. Conheci o Bira jogando Handebol, trabalhei diversas vezes, com ele”, enfatizou. Ele ainda citou o grande companheiro e o amor à profissão, a forma ética, que Bira conduzia as coisas.
O presidente do Cref-11, Domingos Sávio da Costa, afirmou que a ausência que os conselheiros sentem não se compara a da família, mas que cabe a eles relembrar e homenagear, pessoas que fizeram a diferença e servem de exemplo para outros profissionais.
Domingos aproveitou para informar que haverá uma Sala de Plenária, na sonhada sede, com o nome do professor Bira e anunciou o nome do novo representante do Cref, na cidade: Jari Mercante.
Finalizando, o vereador Gilmar fez questão de dizer que a morte não é o fim. Não para aqueles que permanecem no coração das pessoas, como é o professor Bira.
O parlamentar ainda falou em gratidão, por ter convivido, pouco, mas o tempo suficiente, como Bira. “Bira não morreu, permanece conosco, deixou um legado, fez o bem”.
A esposa de Bira, Silene de Melo, também fez questão de falar. Ela disse que ainda não se acostumou com a ausência do companheiro de 40 anos, lembrou a preocupação do marido em deixar o Cref, com uma sede própria. E, pediu que todos levem adiante a luta do Conselho e ressaltou eu o marido era uma abnegado, que amava todos e agradeceu pela homenagem.
A sessão foi encerrada com a exibição de um vídeo, com imagens do professor Bira.

 

 

 



 
 
15/05/2019 11:32
14/05/2019 13:00
14/05/2019 08:37
10/05/2019 22:00
11/05/2019 11:45