WEBMAIL | ÁREA RESTRITA
CSS based drop-down menu
 
 
Ações para valorização de servidores são definidas durante Audiência Pública
 


>>30/05/2019

 

Com o objetivo de viabilizar a valorização dos servidores do município, a Câmara promoveu uma Audiência Pública sobre o tema, na noite do dia 29 de maio. Representantes de sindicatos da Saúde, Enfermagem e do Sinted (Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Três Lagoas e Selviria) palestraram durante a reunião pública.

O presidente da Câmara, vereador André Bittencourt, propositor da Audiência, fez questão de agradecer a presença dos servidores (grande parte da Casa de Leis), da vereadora Cristina e ressaltar a importância do funcionalismo, para a administração pública. E, que estes merecem uma atenção especial dos gestores, uma vez que, os mandatos se encerram, mas os servidores ficam na função.
"É com muito carinho que inicio uma luta, precisamos de todos os sindicatos, de todos os funcionários públicos. Tenho coragem de levantar a bandeira, de levar propostas para que os servidores públicos do município de Três Lagoas tenham melhorias e valorização", destacou.
Bittencourt ainda falou do orgulho de valorizar os servidores da Casa de Leis pela dedicação e emprenho em atender tanto a população quantos o público interno, da melhor forma possível. "Vou continuar valorizando os servidores da Câmara, porque eles merecem".

Na sequência teve inicio as palestras proferidas pelo advogado Márcio Oliveira e por representantes dos sindicatos.

Oliveira apresentou dados comparativos, referentes a atendimentos feitos durante jornadas de 6h e 8h, nas principais unidades de saúde, da cidade, como: CEM, Clínica da Criança, Clínica do Idoso, Clínica da Mulher, a evolução do número de contratados, pedidos de afastamento. “O aumento da jornada de 6h para 8h não foi bom para ninguém”, definiu.

O presidente do Sindicato da Enfermagem, João Carvalho Pereira, falou da relevante participação do servidor público, realizando o que o gestor que de boa para a sociedade.

Ele também apresentou informações sobre a atuação sindical, e também, dados sobre a categoria da saúde. “O município de Três Lagoas tem em seu alicerce o esforço, a dedicação e o trabalho de milhares de servidores público”, enfatizou.

Walter Bogamil, presidente do Sindicato da Saúde, explanou sobre assédio moral - e suas consequências – versus a importância do Sindicato, na defesa de direitos.

Ele ainda fez um relato pessoal sobre o tema e falou da luta para reconhecimento do Sindicato da Saúde, algo que resultou até mesmo numa depressão.

Ao finalizar, ele citou a legislação existente sobre o tema, inclusive, o projeto de lei n

º 16, de autoria da vereadora Cristina, que trata de Assédio Moral.

Maria Laura Castro, presidente do Sinted, finalizou as palestras apresentando um panorama da situação dos trabalhadores em educação, sobretudo, a desvalorização perdas, nos últimos anos.

Neste sentido, ela citou que o Plano Municipal de Educação, de 2015, tem alguns pontos não são respeitados e, atualmente, o ponto mais difícil, a jornada de 6h, dos administrativos da Educação, algo garantido no Plano de Cargos, havendo uma discricionalidade.

“Ser servidor perpassa qualquer situação financeira e é preciso valorizar. Essa audiência pública é mais um momento para defender do servidor público, dentro do município, começando a levantar esta bandeira, aqui”, frisou.

Ao finalizar, ela ressaltou que proposta de apoio do Sinted é a volta da jornada de trabalho de 6h, para administrativos.

Ao encerrar a audiência pública, André Bittencourt afirmou que toda explanação foi de muito valor.

“Gostaria de agradecer a todos os palestrantes, trazendo suas experiências e lutas. Cada um levantou a sua bandeira em prol do funcionário público, que às vezes, é muito criticado, mas só quem lida diretamente com o público, sabe como é o dia a dia, as dificuldades. Então, quando a gente pessoas, que com todas as dificuldades, que os sindicatos vem passando, vocês ainda levantam a bandeira e brigam em prol do semelhante, isso é importante”, destacou o parlamentar.

Ele ainda informou que tudo que foi citado durante a Audiência Pública fará parte de um relatório, que será entregue em mãos ao chefe do Executivo Municipal, para que este possa somar na luta pela valorização de todos os servidores públicos do Município.

 



 
 
10/09/2019 12:30
10/09/2019 08:32
09/09/2019 12:56
09/09/2019 12:50
06/09/2019 11:10