CSS based drop-down menu
 

VEREADOR CELSO YAMAGUTI

 

E-MAIL:  vereador.celsoyamaguti@cmtls.ms.gov.br

TELEFONE: 67 3509-6305

CHEFE DE GABINETE: Eliana Queiroz Alves

 

NOME: Celso Yamaguti

NASCIMENTO: 24/11/1969

NATURAL DE: Três Lagoas - MS

MANDATOS: 2º mandato

ESTADO CIVIL: casado

 
 
Notícia:
 
 
Vereadores prestigiam ordem de serviço para construção de 1.224 moradias
 


>>13/12/2011

O presidente da Casa de Leis, vereador Nuna Viana (PMDB) acompanhado dos vereadores Jorginho do Gás (PSDB), Vera Helena (PMDB), Celso Yamaguti (DEM), Marisa Rocha (PSB), Fernando Milan (PMDB) e Idevaldo Claudino (PT), prestigiaram na manhã dessa terça-feira (13) a assinatura para ordem de serviço do Conjunto Habitacional Novo Oeste. O evento foi realizado no local da obra, sito à rua Jatobá com a rua Sibipiruna, no bairro Jardim Carandá, próximo ao Cemitério Municipal.

Trata-se do maior projeto habitacional de Três Lagoas, que beneficiará mais de 5 mil pessoas, com a construção de 1.224 casas. Uma parceria da Administração Municipal junto à empresa Brookfield Incorporações, Governo do Estado, e Caixa Econômica Federal, através do programa do Governo Federal, Minha Casa, Minha Vida.

A obra será realizada no período de 12 meses, e de acordo com a vice-governadora Simone Tebet, a vontade é que no natal de 2012 as famílias já possam contemplar de um novo lar.

"Se não conseguirmos entregar as 1.224 casas, que possamos entregar pelo menos 1.000 para que o natal dessas famílias seja mais alegre", disse.

Cada prédio construído terá dois andares, contendo apartamentos com 2 quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, todos com laje e piso. O Governo do estado ficará responsável pela parte de esgotamento sanitário.

As famílias que terão direito às moradias devem receber de 0 a 3 salários mínimos, e pagarão pelo imóvel apenas 10% da renda familiar durante 10 anos, valor que varia de R$ 56 a R$ 160 (parcelas). O benefício será disponibilizado  as famílias cadastradas e na lista de espera para receber moradias, atendendo parte dos já cadastrados nos anos de 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010. A exigência obedece a Resolução nº. 01, de 30 de junho de 2010 do Conselho Municipal de Habitação.

Assinaram a ordem de serviço o diretor Executivo Operacional Econômico da Brookfield Incorporações, Marcelo Borba; o secretário Estadual de Habitação, Carlos Marum; a vice-governadora Simone Tebet; o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Paulo Antunes e vereadores presentes.

 "Esse é o maior projeto habitacional de Três Lagoas, nem na capital do estado tivemos algo assim. Um projeto que oferece dignidade com qualidade de vida, que oferecerá mão-de-obra e principalmente segurança", destacou a prefeita.

De acordo com a prefeita, os cadastramentos e recadastramentos, serão feitos a partir de fevereiro de 2012.

"Hoje marca o início da realização do maior sonho de todas as famílias, que é ter um teto, e criar seus filhos com segurança e, em breve poderão desfrutar de tudo isso", pontuou Jorginho do Gás.

"O que vocês vêem de construção são obras provisórias, escritórios e refeitório para os funcionários, sabemos que estamos agora num período de muitas chuvas, mas vamos fazer o possível para fazer tudo em 12 meses. Não é fácil realizar um projeto dessa magnitude, há muitas dificuldades, mas hoje, após muitas lutas estamos aqui.", foram às palavras do diretor da Brookfield.

Carlos Morum destacou que o projeto atende as necessidades do município.

"Fizemos conforme as possibilidades, porém atendendo as necessidades das famílias", disse em seu discurso.

Terminada a obra, o Valor Geral de Venda (VGV) e os investimentos feitos pelos Poderes Públicos serão superiores à R$ 60 milhões.

"Os desafios para o crescimento da nossa cidade continuam, a cidade é pujante, mas, vamos crescer ouvindo e atendendo as necessidades da nossa população e queremos entregar mais casas, que mais famílias possam realizar este sonho, tenham certeza de que vamos lutar por isso", finalizou a prefeita.

A prefeitura já tem programação para asfaltar e drenar as ruas de acesso ao Conjunto Habitacional, rua Angelina Tebet e rua Quixeramobim, e ainda há previsão para obras de iluminação pública, centro educacional, de assistência social e saúde.

Daiana Oliveira/Assecom



 
 
10/09/2019 12:30
10/09/2019 08:32
09/09/2019 12:56
09/09/2019 12:50
06/09/2019 11:10